domingo, 12 de junho de 2016

Abraham - Workshop Denver_Colorado - 20/06/2015 Convidado 1



Convidado 1: Minha questão é sobre o papel que os animais têm conosco, especificamente os gatos.

Abraham: Animais são criadores deliberados também. Eles são menos específicos no que eles querem escolher ao longo de suas vidas. Apesar de que muito da intenção deles estava presente quando eles vieram. Antes que possamos responder claramente sua questão, temos que dizer a você algo muito brevemente. Essa experiência de vida, esse processo criativo, é em três etapas: pedir, e então responder e depois receber ou permitir. Sua vida provoca você a fazer muito mais pedidos específicos do que a vida provoca em seu gato. Você pede com muito mais detalhes. Então, isso equivale dizer que seu Vórtice, sua Realidade Vibracional, tem muito mais partes que se movimentam, muito mais componentes, é uma experiência muito mais ativa.

A Fonte responde a seu Vórtice imediatamente, e é claro, a Fonte responde ao pedido vibracional dos animais também, imediatamente. Desse modo, vocês são similares, ambos estão pedindo, vocês estão pedindo com mais detalhes, a Fonte responde a ambos. A grande diferença entre humanos e animais? Os animais transformam os pensamentos em coisas com muito mais facilidade, porque eles estão no modo receptivo, quase sempre, percebem? Como eles podem lhe envolver ao seu redor. Eles sabem o que querem, eles são pura positiva energia, eles não nutrem emoção negativa. Apenas ficam em estado de pura energia positiva. E nós gostaríamos de dizer que não importa como pareça para você, 100% do tempo, eles estão recebendo o que eles querem, não importa o que seja e não importa o que pareça para você.

Convidado 1: O que eu estou tentando descobrir, eu descobri, é como eu posso ter uma interação mais pacífica, porque eles são muito deliberados, e existem alguns comportamentos que parecem não fazer sentido...

Abraham: Se você não se focar nos seus desejos, você vai ter que comer minhoca... (risadas na plateia). Então, você está querendo modificar o comportamento do seu gato?

Convidado 1: Eu estou tentando entender; o que eles estão tentando dizer com as coisas que estão fazendo?

Abraham: Na maioria das vezes: eu sou feliz, vou pegar o que eu quero, não me force, brinque comigo quando eu quiser brincar, senão vá embora.

Convidado 1: Eu escutei coisas como...os animais... a Fonte deles...eles estão conosco por uma razão, especialmente os animais domesticados.

Abraham: Porque eles estão aqui para enfatizar o que é Arte do Alinhamento. Eles demonstram o modo receptivo e esse é o maior valor deles para você.

Convidado 1: Como eu me benefício consistentemente, brigando o tempo todo...isso não está me ajudando a entrar no Vórtice, eu estou tentando entrar no Vórtice, e eles estão brigando, miando, e todas essas coisas, e eu digo isso realmente não está me ajudando a entrar em alinhamento, a não ser que isso seja um desafio...

Abraham: Bem, quando tivemos a conversa com seu gato, isso é sobre a conversa, o gato nos disse, numa base regular eles nos dizem essencialmente a mesma coisa: “nós queremos ficar lá fora, quando nós estamos lá fora nós podemos escolher o lugar de fazer xixi...e quando estamos aqui dentro nós também queremos o lugar de fazer xixi...” e nós dizemos que os gatos estão vivendo na arte da permissão muito mais do que os humanos estão, é porque os gatos estão sempre à vontade para mudar comportamentos ou desejos por outros, apenas seguindo sua intuição. Você não pode treinar ninguém para fazer alguma coisa, você não pode treinar seu gato, você não pode trazer ninguém para o alinhamento, e nós realmente queremos dizer, é que se você realmente tem clareza sobre o que quer...olá...seu gato...

Convidado 1: Qual deles? Eu tenho três.

Abraham: Se você está tendo uma experiência que não quer, você está lançando rojões de desejo para o seu Vórtice, mas se o comportamento dos gatos, mais do que seu Vórtice, tem a sua atenção, então você não está oferecendo uma influência positiva sobre os gatos.

Os gatos serão um componente cooperativo, os gatos não querem ser um componente não cooperativo, os gatos estão seguindo o caminho da menor resistência, e os gatos não estão se pinçando no caminho da menor resistência, como você está. Então, se você realmente quer evocar de alguém comportamentos que sejam mais agradáveis a você, você tem que dar sua atenção aos comportamentos mais agradáveis e tirar a atenção dos comportamentos desagradáveis. E esta é uma disciplina que a maioria de vocês não tem, porque quando encontra uma coisa que não quer, você dá sua atenção a ela, e quando dá sua atenção a ela, você reflete isso, e oferece essa vibração, e o gato pensa: esse é o lugar onde eu deveria fazer xixi! Porque toda atenção está aí, você vê...toda atenção é. Se você colocar sua atenção onde você quer, e tirar sua atenção do que você não quer, seu gato vai lhe mostrar qual é o seu poder de influência.

A maioria das pessoas, tanto lidando com outras ou lidando com animais, a maioria realmente acredita que seu bem-estar depende do controle dos comportamentos que não gostam. Então quando você começa a controlar comportamentos que não gosta, onde está sua atenção? Onde está sua vibração? Onde está seu ponto de atração? O que se torna seu ponto de atração e todos os componentes colaborativos?

Gatos nunca estarão em sua casa e começarão a fazer xixi no mesmo lugar, e você sempre diz: “Ah, eles estão apenas decidindo quem vai marcar o território”, e nós dizemos, não, eles não estão! Eles estão chegando no ponto de atração do xixi!
(risadas na plateia)

Convidado 1: Bem, isso está bem definido, está bem...

Abraham: Você ouviu isso?

Convidado 1: É essa coisa de foco, eu sei...

Abraham: É isso que nós estamos falando, é difícil não saber as coisas.

Convidado 1: Isso cheira...

Abraham: É difícil não saber, qualquer coisa que você não quer, isso é só um exemplo, muitas coisas que estão acontecendo que você não gosta, é difícil não saber dessas coisas. Você não quer, e é difícil não saber disso. Mas já que está percebendo, então você está mantendo sua vibração viva e até mais, você está se mantendo separado vibracionalmente do que realmente prefere, dando atenção ao que é. Então, aqui tem uma coisa que pode ser divertida para você: quando nós falamos sobre essa realidade vibracional, você aceita o que isso é em realidade?

Convidado 1: Sim

Abraham: Mesmo que você não possa ver, ouvir, cheirar, saborear, e nós podemos deixar a parte de cheirar para lá... (risos na plateia). Então, há uma realidade vibracional, você aceita isso?

Convidado 1: Onde está minha “casa de ratos” o tempo todo? Sim, e minha consciência certa...

Abraham: Mas você está falando alguma outra coisa sobre realidade vibracional, você está falando sobre o que é, você está falando sobre o que se manifestou, você está falando sobre notícias velhas, tudo o que está acontecendo agora são notícias velhas, porque a vibração fluiu há um longo tempo atrás, e demorou um tempo para que se manifestasse no que é tangível, mas, mesmo que esteja acontecendo agora, em termos do que você está ouvindo, ou vendo, ou etc.... é notícia velha, porque as coisas novas estão nessa realidade vibracional.

Se você pudesse, por pelo menos um pouco, e nós sabemos que não é fácil especialmente em condições extremas, se você pudesse não importando o que seja, falar mais sobre o que você deseja, sobre aquele assunto e sobre todos os outros, você se tornaria a cada dia mais uma vibração correspondente de suas próprias preferências, e tudo que não combinar com essas preferências vai sair vibracionalmente de sua experiência.

A maioria de vocês diz: “Eu não quero que meu gato fuja, não quero que ele vibre fora da minha experiência” e nós dizemos que o comportamento pode vibrar fora da sua experiência. E nós dissemos para vocês que as inclinações são diferentes dos seus desejos. Você já esteve alguma vez num relacionamento em que a outra pessoa quis fazer coisas diferentes do que você queria fazer? E então, é sempre um compromisso que a gente tem que ceder? “ok gato, você vai fazer xixi no sofá...” ou então “eu sou maior que você e você não pode”, e aí o gato diz: tente me parar...

E isso é também o que vocês estão dizendo entre vocês, quando tentam exercer o controle sobre as ações, sobre as manifestações da sua realidade, você tem pouca influência, muito pouco poder porque, quando está olhando para o problema você está se desconectando do poder, e na sua desconexão do poder, você tem pouca influência, você não está sendo claro, isso faz sentido para você? Isso é porque a solução do problema não funciona, você tem que ser um procurador de soluções e não um solucionador de problemas, porque a vibração do problema e a vibração da solução são frequências muito diferentes. Então, você tem que encontrar um jeito te ter a visão do que quer, mais do que as distrações do que está acontecendo. Nós dissemos “não pense nisso, isso não está aí” porque você pensa nisso, mas não quer pensar nisso. E a Lei da Atração está ajudando você a pensar em coisas que você não quer pensar. Pense em alguma outra coisa, você tem que sair desse assunto.

Convidado 1: Mas na verdade eu também penso em outras coisas.

Abraham: Você acredita que coloca em seu Vórtice o que você quer com relação a isso?

Convidado 1: Com certeza.

Abraham: Você acredita que fala mais sobre o que quer relativo a isso, ou fala mais sobre o que conseguiu?

Convidado 1: Eu acho que falo mais sobre o que consegui.

Abraham: E você não sabe sobre isso? Porque você recebeu isso. Porque você transformou esses pensamentos em coisas, você transformou esses pensamentos em coisas, você transformou esses pensamentos em coisas. Os pensamentos que você tem, os pensamentos que você pratica, as vibrações que você mantém, eles se transformam em coisas, por isso é que as pessoas que vivem na mesma cidade têm vidas muito diferentes. É por isso que as pessoas podem passar na mesma rua e ter experiências muito diferentes ou mesmo ver coisas diferentes.

Seu ponto de atração é exclusivamente seu. E você tem que favorecê-lo, não há exclusão nesse universo baseado em atração. É tudo sobre inclusão. Quando você olha para o que quer você inclui na sua vibração; quando olha para o que não quer você inclui em sua vibração. E nós sabemos que isso às vezes, você arranca os cabelos da sua cabeça e as outras pessoas também, porque às vezes você vê coisas que não quer ver e você tem que tomar uma ação rápida para que isso não se realize. Mas nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, isso vai demorar um pouco, nunca, nunca funciona.

Convidado 1: Então deve haver algo como, parte da missão deles, intenção ou propósito em estar comigo, o Tudo-O-Que-É está me ajudando a ter um foco claro no que eu quero...
Abraham: Abraham é o meu gato, minha alma-gêmea, e antes de nascermos meu gato prometeu que iria fazer xixi no meu sofá, e que ele iria me ensinar a olhar o que eu quero muito...
Convidado 1: Obrigado.

Abraham Hicks
Transcrição e tradução: Adri Silveira e Denise Garcia

Nenhum comentário:

Postar um comentário