segunda-feira, 30 de maio de 2016

Bashar - "O Preparador do Caminho"



Bashar: Ok, eu vou dizer bom dia para vocês neste dia de seu tempo. Como estão todos?

Audiência: Maravilhoso...ótimo...

Bashar: Mais uma vez temos a oportunidade de agradecer a todos e a cada um de vocês por permitir nossa civilização se comunicar com vocês através desta janela particular e deste modo em particular, neste dia. Cada vez, mais uma vez, vocês permitem à nossa civilização se comunicar com vocês, desta forma, isso nos oferece uma oportunidade de ver através de todos e cada um de vocês as muitas outras maneiras que o Infinito tem de se expressar dentro da criação. E somos gratos a vocês por esse presente de expansão. Nós gostaríamos de começar a transmissão com a seguinte ideia: temos por algum tempo dito que isso é importante, para todos e cada um de vocês agora, neste dia e época em seu planeta - este é um tempo de transformação - para se certificar de que as coisas que você está escolhendo com o seu livre arbítrio são aquelas coisas, e apenas aquelas coisas, que estão alinhadas com o que você acredita ser a sua verdade, sua alegria, sua empolgação, seu amor, sua criatividade, e assim por diante. Isso nunca foi tão importante como agora as coisas aceleraram.

É preciso compreender que não estamos falando apenas sobre a ideia de fazer com que você tome atitudes sobre as coisas que estão alinhadas com a sua verdade, especificamente as oportunidades que vêm para você, as oportunidades que estão disponíveis para você em termos de seus empregos, suas carreiras, seu trabalho, ou qualquer coisa em particular que você possa optar por fazer a qualquer momento. Não só essas coisas, não só essas coisas que você escolhe como único representante de sua alegria, mas também, muito importante, que muitos de vocês tendem a esquecer, (eu estou lhe dando uma pausa, dizendo que "tendem" a esquecer, uma vez que todos sabem que vocês escolhem esquecer essas coisas) mas a ideia realmente é que a outra coisa a recordar, é para se lembrarem de estar constantemente, neste dia e época, escolhendo estarem  alinhados com Sua própria verdade, é a ideia também, do comportamento, atitude, perspectiva.

De modo que em todos os esforços, não importa o que é que pode parecer, eu digo PARECE estar acontecendo em sua vida, que você se vai dar a chance, se dar oportunidade para realmente entender que, se você tiver escolhido trabalhar de forma alinhada, então você vai responder a cada situação em sua vida de uma forma positiva, e isso representa o alinhamento que você diz que acredita que está escolhendo. E não vai mais se permitir sucumbir à tentação de voltar para as atitudes negativas, comportamentos negativos, reclamações, vitimização, e todas as outras manifestações por não acreditar que você está realmente criando a sua realidade; por não acreditar que você tem que escolher a ideia de verdade positiva e alinhamento, dentro de si mesmo. Não cair de volta para aquela modalidade, pois isso não mantém você no estado de alinhamento com sua harmonia, com seu coração, com seu verdadeiro eu, com seu bem-estar natural.

Portanto, tenha em mente, todo dia, em cada situação você pode, não importa o que aconteça, é somente uma oportunidade, primeiramente sem significado, você pode então dar a ela um significado. E seja qual for o tipo de significado que você der, ele vai determinar o efeito que você vai sentir, vai determinar a qualidade com que a experiência vai continuar deste ponto em diante. Então, se você der a si mesmo um momento de pausa para olhar para cada situação...não reagir da mesma velha maneira, não reclamar...não se culpar, não pensar que há algo errado em sua vida, mas parar um momento para entender que nada acontece a você sem um motivo; mesmo que seja apenas para lhe dar a oportunidade de testar para ver, para testar a si mesmo e ver se você realmente acredita que mudou, se realmente acredita que você está diferente, mostrando que você está diferente em sua atitude e comportamento para com as coisas que acontecem em sua vida. Sabendo que se você der a isso um significado positivo para você mesmo, independentemente de você objetivamente perceber ou não, que alguém pode ou não ser co-criador disso sem uma intenção positiva. Não importa, se você der uma razão positiva para si mesmo de que está interagindo com isso, que está observando isso, que está consciente que essa situação aconteceu, que ela está lá para você por um motivo positivo...então você, você, você, você, você terá um resultado positivo, não importa a intenção que qualquer outra pessoa tenha, não importa o que alguém manifeste a respeito disso.

O significado que você colocou nisso é o efeito que você vai manifestar disso. Então, observe seu comportamento, observe suas atitudes, observe a linguagem do seu corpo, e observe o que você diz acreditar ser verdade, e se atenha a isso. Eu insisto que decididamente faça isso, e essa decisão deve ser também para as ideias de clareza, comunicação, discernimento e definição. Comunicação, agora neste dia e época, dentro de si e fora de si mesmo...o que é que você pensa, como vê as informações que chegam a você; é de suma importância para se permitir compreender, que você não pode mais atuar com a ideia de que a informação não tem a ver com o equilíbrio dentro de você...com sua verdade. Já não se pode contar com a ideia de se fundamentar no que você chamaria de rumores e boatos, mas se permitir a oportunidade de pesquisar, descobrir, investigar, explorar, para saber de onde a informação vem, para saber se é ou não realmente útil, ou para saber se é simplesmente parte integrante das agendas de outros indivíduos, que pode não ter nada a ver com o alinhamento da sua própria verdade. Faça uma pausa.

Sempre se permita acessar a informação em seu estado mais puro, por isso novamente, nós lembramos a você, não existem segredos neste dia e época, e tudo que você tem a fazer é ser ousado o suficiente para se permitir perguntar, pesquisar, descobrir, explorar, para descobrir de onde vêm as informações. E acesse sua própria intuição, o próprio conhecimento de seu Ser, para permitir a verdade dentro de você, para lhe mostrar o que tem de ressoar dentro de sua realidade...e o que não ressoa. O que você realmente PRECISA pegar ao ouvir o que não precisa, o que realmente PRECISA absorver como informação vital, e quais dados, em certo sentido, são irrelevantes para sua vida. Gostaria de lembrar a você, portanto, dessa maneira, talvez o que você pensa ou sente que é assim. . . que não é assim, sinta até que saiba que sua informação deriva, naturalmente, estritamente a partir de uma única fonte.

Permita a si mesmo aperfeiçoar...permita a si mesmo diminuir, e agora permita a si mesmo também deixar ir o que não pertence, qualquer coisa estranha em sua realidade, nada que não seja da vibração de seus sonhos, de sua visionária verdade. É tão importante agora no seu planeta que você comece a funcionar dessa maneira, se você já desejou dizer isso habitualmente. Que o seu primeiro hábito, se estiver na direção de ter qualquer hábito em tudo, será sempre em direção ao entendimento positivo, em vez do negativo. Se estiver a caminho de ter um hábito, nós sugerimos que escolha essa modalidade. Isso fará toda diferença em seu mundo.

Nós não estamos falando sobre a ideia de ignorar ou negar quando algo pode ser criado por terceiros ou dentro de si mesmo a partir de ideias negativas, não estamos falando de encobrir, mas estamos falando de saber, ver, discernir qual é o mecanismo fundamental subjacente a qualquer escolha ou ato em particular; e estar em sintonia com as suas próprias definições de verdade para saber como você se relaciona com essa ideia, com essa situação, com essa circunstância. E tendo a partir dessa circunstância somente aquelas ideias e entendimentos que realmente lhe servem em um positivo, criativo e construtivo caminho, e oferecendo apenas as ideias positivas dessa circunstância para a sua própria trajetória. Assim você está despindo-se de qualquer, como se diz, bagagem, que não pertence a você, que não precisa transportar ao redor. . . que puxa você para baixo.

Esta é agora a época da racionalização, a época de somente escolher aquelas atitudes, comportamentos, fontes de informação e oportunidades, que realmente são definidas por sua verdade interior, quem você conhece a si mesmo para ser, quem você confia em si mesmo para ser, quem você tem a intuição para ser. É tudo sobre a acreditar em si mesmo, acreditando que são criados à imagem da Criação. Que você é um Criador Infinito de sua realidade como você vê o ajuste. Que você tem tido isso pela Criação, através do amor incondicional da Criação, que tem a capacidade de fazer e VER os resultados, que são os resultados; os reflexos do que você julga ser o mais verdadeiro, o que você considera para manter mais elevado. Isso está em suas mãos, isso está em seus corações, isso está em suas mentes, isso está em suas próprias atitudes, pensamentos, palavras e ações.

Aperfeiçoe e administre você mesmo para ser realmente o que prefere ser, para ser a pessoa que prefere ser, assim você pode ter a realidade que é o reflexo dessa pessoa. Esta é a ideia que vem daquele aspecto da nossa realidade e também do Infinito, que pode ser chamado eufemisticamente de “O Preparador do Caminho”. Essa é a ideia, a atitude, a abordagem do “Preparador do Caminho”.

“O Preparador do Caminho”, simplesmente sendo aquela energia, aquela perspectiva dentro de vocês, dentro de suas almas, dentro de seus espíritos, dentro de seus corações, dentro de suas mentes, dentro de seus corpos, que sabe quem é, e não dá a ele ou a si mesmo NENHUMA OUTRA CHANCE para escolher, exceto as coisas que estão em alinhamento com quem você conhece a si mesmo para ser. Sem outra escolha, sem outra escolha, sem outra escolha.

Nós agradecemos vocês por nos permitirem lembrá-los, para mostrar a você estas noções, essas ideias desta forma e neste tempo, e nós os lembramos mais uma vez, também de mãos dadas com isso. . .que isso não é simplesmente, como você poderia chamar, sonora e agradável filosofia. Isso é física! Isso é como sua realidade trabalha. O que você põe para fora é o que recebe de volta, tudo é vibração de energia, e a frequência que você vibra é a realidade que você experimenta, pura e simples, esta é a lei. Não pode tentar quebrar isso. O que você põe para fora é o que recebe de volta. Então eu insisto com você, não lhe falar, porque eu não posso fazer isso, eu não posso forçar você...eu posso estimular você a acreditar que quando está apenas expondo as frequências de seu próprio verdadeiro ser, eu garanto que terá 100% da realidade que reflete essa certeza e convicção.

Assim, desta forma, nós agradecemos a oportunidade de lembrar a vocês o que já conhecem dentro de seus corações. E em retribuição ao presente que vocês agora estão dando à nossa civilização, nos permitindo a comunicação através desta janela e desta forma, eu pergunto de que maneira eu e meu mundo podemos servir a vocês?

Audiência: Bashar! Bashar! Bashar!

Bashar (Darryl Anka)
Tradução: Adri Silveira

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Curso Autoestima 005_O Fator Aladim



Curso Autoestima

005_O Fator Aladim

Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta.
Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta.
Mateus 7:7,8


Tenho a firme ideia de que muitos de nós crescemos, desde nossa mais tenra infância, programados com a crença de que pedir algo é mal, próprio dos medíocres, algo característico das pessoas abusivas. Pois bem, pode ser essa a questão, não nego, mas o caso isolado é extremamente diferente da crença de que pedir é ruim. 

Na verdade, é algo saudável. Eu afirmo isto porque é algo que tenho vivido. A maioria das pessoas acredita que para conseguir o que se quer na vida é preciso visualizar, se esforçar, mentalizar, trabalhar duro, economizar, ter um sonho, comprometer-se com um ideal, etc. 

Todas são respostas muito bonitas e estou totalmente de acordo que nos ajudam enormemente a obtermos o que queremos na vida, mas falando muito sinceramente, todas estas respostas poderiam ser “o passo seguinte”. O primeiro passo é: pedir. Mas, se nos negam, se não se fala nisso, pode-se passar para o “plano B” e então, trabalhar duro, esforçar-se, e todo o resto. 

Em várias ocasiões em minha vida, passei por momentos em que não sabia se ria ou chorava, e lhe direi porquê. Creio que igual a muitas pessoas, eu passei por momentos de tristeza e desilusão, verdadeiramente debilitantes por seu desencanto. Há muitos exemplos, mas para citar um, era quando cheguei a me sentir mal e chateado com minha noiva porque ela não me avisava quando chegava em casa, depois de sair sozinha. Assim se passaram vários meses, e chegou um dia em que fomos conversar e, nesses momentos de conversa sincera, eu então lhe disse: “Veja, você não imagina como me deixa chateado por não ter a atenção de me avisar quando chega em sua casa. Já são muitos meses que venho sentindo isso e não queria falar, mas agora..., e ela me respondeu: “Não acredito no que me disse. É por isso que ficava tão distante no dia seguinte? ” “Às vezes”, respondi. “Pois eu não lhe avisava porque acreditava que ia incomodar, e você se sentiria oprimido, mas já que me pediu, eu com todo meu amor lhe aviso, isso me encantaria...” Bom, pode perceber porque eu não sabia se devia rir, chorar ou ficar chateado? Caramba! Quantas vezes não obtemos algo pelo simples fato de não termos pedido! Definitivamente quero que tenha a plena e absoluta certeza do seguinte: “Ninguém, absolutamente ninguém, tem uma bola de cristal para adivinhar o que o outro está pensando”. Essa tem sido uma grande lição em minha vida. De fato, hoje em dia existem ocasiões onde ainda escapa de minha mente e esqueço a poderosa força que há em pedir. Pedir é a verbalização de nossos sentimentos. Pedir é uma forma de comunicação sadia e profunda. 

Quero aproveitar este momento para crescer, para desmistificar uma das crenças mais debilitantes que pude observar em muitas relações humanas – várias minhas entre elas – e que é a seguinte falácia: "Se você realmente me amou, eu não teria que perguntar, deveria ter tido iniciativa de sua parte." Nada está mais distante da verdade! Confesso abertamente que eu era uma dessas pessoas que acreditava nessa ideia, de fato a defendia com poderosos argumentos. Porém, na vida prática – demasiado prática – me dei conta de que não era assim. Acreditar que se alguém nos ama implica que conhecerá nossas necessidades intuitiva e antecipadamente, é uma crença romântica porém muito distante da realidade. 

No entanto, não descarto a possibilidade de que isso realmente ocorra e é muito bonito, mas não é a norma. Também lhe faço a seguinte advertência: esqueça esse comentário se sua companheira ou companheiro for psíquico ou adivinho. 

Mas se é uma pessoa normal, convém lhe pedir.

Acredite por favor, existe um denominador comum em muitos de seus conflitos que é “não ter pedido”. Quantas moças deixaram de sair com seus noivos por medo de pedir permissão, como tendo uma bola de cristal, onde adivinhavam a proibição de seus pais. Quantas promoções nas empresas não foram dadas, porque não havia ninguém que se atreveu a pedir, e centenas de empregados vivem “esperando” ser promovidos, com a mera ilusão de que seus chefes percebam que eles mereçam. Quantos beijos e carinhos não foram dados porque não foram pedidos. Quantas viagens não se realizaram por não pedirmos o dinheiro que precisávamos. Quantos compromissos não ocorreram porque “não pediu o telefone”. Enfim, você poderia dizer: quantos conflitos e desencantos aconteceram por não se falar claro, por não pedir? Resposta: milhares. E é o orgulho que não nos deixa. Desgraçado orgulho que nos distancia dos amigos, termina noivados, dificulta relações no trabalho, diminui as famílias e acaba por nos jogar na solidão. Não quero falar de “pedir perdão” porque isso é parte de outro capítulo. Basta pensar sobre o que eu disse nessa frase e o que ela implica.
Quero compartilhar quatro reflexões que surgem da força do pedir: 

   1-   Pedir implica uma grande autoestima. 

Só pede o que tem a firme convicção de merecer e só merece aquele que sabe do grande valor. Pede sabendo que merece e verá a força mágica que gera dentro de si. Claro, o desafio está implícito, requer desenvolver uma autêntica autoestima para experimentá-la. O que não pede vive preso pelo medo. Medo da rejeição, medo da humilhação, medo do “não”. Porém quem desenvolve uma grande autoestima, perde o medo e gera uma grande valentia para si e para seu próprio crescimento como pessoa. Pedir é um privilégio dos valentes, dos seres humanos que se lançar a conquistar o “si”.


O temor sempre brota da ignorância.
Ralph Waldo Emerson (poeta e ensaísta americano)


   2-  Pedir é importante para sua saúde

Pedir implica ter chegado a níveis de comunicação profunda, onde se compartilham as verdadeiras emoções e sentimentos com alguém; é um desafio para melhorar a saúde mental de todo indivíduo, é quando a pessoa se reconhece como parte de uma comunidade e pedindo, satisfaz sua profunda necessidade humana de “pertencimento”. Neste nível de relacionamento é onde reconhecemos o amor, e bem sabe que com amor se gera uma poderosa força onde todo o corpo resiste e é mais difícil ficar doente, por isso, pedir também é sadio, fisiologicamente falando.

 
   3-   Pedir é o primeiro passo “lógico” para que Deus, seu chefe, sua família,    seu noivo ou noiva, seus amigos, prestem atenção ao que você quer.


Lembra-se daquele ditado popular que diz: “Ao que não fala, Deus não ouve”? Pois é a isso a que me refiro. É mais que lógico.
Veja, embora saibamos que existam fenômenos de comunicação extra-sensorial, telepatia, viagens astrais e outras coisas, para o mais comum dos mortais resulta ser muito mais fácil uma dinâmica de comunicação mais convencional: pedir abrindo a boca. Agora, repare que lhe digo que pedir faz com que os demais saibam daquilo que você quer, mas nunca lhe disse que pedir faz com que os demais lhe deem o que você quer. Isso é outra coisa, assunto próprio de outro tratado. O que hoje você deve deixar claro, à luz da mais pura lógica, é que as outras pessoas NUNCA poderão nos conhecer, nos considerar e nos dar o que queremos, sem que elas saibam o que queremos. Se você pede, a possibilidade existe.


O homem que espera que o pato assado voe até sua boca, tem que esperar muito tempo.
Provérbio Chinês.


   4-  Pedir dá ao outro o prazer de ajudar-lhe

Aqui sim serei franco. Peça, mas peça de modo inteligente; ao dizer isso, me refiro a que para pedir, deve saber a quem. A melhor opção é pedir a pessoas generosas. Busque a pessoa que seja mais evoluída, que já tenha experimentado o prazer de dar e servir. Eu digo isso, porque em honra à verdade, existem pessoas que não conhecem o prazer de dar, são pessoas que se encontram em degraus muito, muito inferiores em seu crescimento. Possivelmente os conhece, mas com o nome de egoístas. A elas, logo chegará o seu momento de aprender o valor da generosidade, será uma lição muito dolorosa, mas isso é algo que não compete nem a mim, nem a você. A lei da vida – do bumerangue – é a que se encarrega de ensinar isso.
De fato, tenha cuidado se não pede, já que não pedir é uma atitude egoísta.
O que não pede sente que tem tudo, ou que pode tudo, e que não deve pedir para evitar o aborrecimento de dar quando – por igualdade e justiça – lhe peçam. Já viu esta interessante dinâmica psicológica? Desse modo, e curiosamente neste mesmo esquema mental, pedir é uma característica das pessoas chamadas generosas, pois sabendo que ao pedir cabe a possibilidade de que lhes peçam, abrem assim uma oportunidade para alegrar-se dando e ajudando. Me emociona compartilhar isso com você!


Se deixa escapar o amor ao não pedir por ele,
Ele vai escapar de sua vida.
Leo Buscaglia (escritor e conferencista americano)


Pedir e não sentir culpa por isso denota uma grande autoestima, manifesta um grande amor por si mesmo. Além disso, em seu crescimento como pessoa, aprenderá que na forma de pedir, está a de dar. Existe toda uma técnica para pedir com prudência, mas esse é tema para outro momento. Hoje apenas quero que reflita na grande quantidade de coisas que tem perdido, entre tantas que lhe oferece a vida, por não pedir, e que se atreva a esfregar a lâmpada de Aladim que todos levamos dentro de nós, para que salte o gênio e possamos pedir a ele nossos mais fervorosos desejos, para que ele os cumpra para nós. Tenho a impressão que deve esfregar bem essa lâmpada – muito bem – para remover a sujeira do orgulho e a escória do ego. Deve esfregar com um pano bem limpo chamado generosidade.

JCF
Tradução: Adri Silveira